Sophie Hellinger responde à perguntas sobre Cosmic Power®

 

Pergunta: De que trata Cosmic Power?

Sophie Hellinger: Cosmic Power é a força que move tudo. É a força, se a podemos chamar de força...porque a palavra ‘força’ limita e leva a um determinado conceito. Mas é a origem daquilo que move tudo. Assim é energia e energia é vida.  Então não importa se observo uma rocha ou uma pessoa.  Foi apenas uma questão de tempo para que cada um se tornou naquilo que é.

Pergunta: Qualquer pessoa pode aprender isto?

Sophie Hellinger: Sim! Quem aplica suficiente tempo e paciência pode progredir muito longe. Como? Com constante prática.

Pergunta: Como Cosmic Power é relacionado à Constelação Familiar, por exemplo em sua última evolução, às constelações sem palavras? 

Sophie Hellinger: Cosmic Power é a base das Constelações Hellinger Sciencia. Ali não preciso mais ouvir qual é o problema que a outra pessoa tem, mas é a arte de escutar com o coração. Eu tenho meu coração aberto por meio dos meus olhos.  Quando a pessoa vier e se sentar ao meu lado, eu sei o que ela sente e eu sei o que ela pensa.  Muitas vezes há uma grande diferença naquilo que a pessoa expressa como seu problema. Normalmente a raíz está em um outro lugar daquele que pensamos.  Porém é assim que dentro do problema também reside a solução. Por isto não é necessário falar muito. Às vezes é importante para que a mente é colocada de lado e ela fica ocupada. A grande arte com Cosmic Power é: quando termino dizendo a mim mesma: “Para! Eu não quero saber tudo do outro”?

Pergunta: Por que não?

Sophie Hellinger: Existe uma necessidade interna, porque eu o experiencio muitas vezes como doloroso quando vejo o que a outra pessoa faz, como ela vai ao encontro do seu próprio infortúnio de forma direcionada, sem que eu possa dizer uma palavra de aviso.  Às vezes penso comigo “Ali existe tanto potencial por trás, eu não posso intervir?”...assim eu estou muitas vezes dentro de um conflito interno.

Pergunta: Dentro de qual conflito?

Sophie Hellinger: Se eu devo dar um aviso para alertar a pessoa do infortúnio ao qual está se dirigindo para evita-lo. Ou não.

Pergunta: Por que?

Sophie Hellinger: Porque é perceptível se é possível ou não! Muitas vezes a pessoa precisa fazer esta experiência, qualquer outra coisa só retardaria e então prologaria a dificuldade.
Pergunta: O que é o “campo”? O existe dentro dele? Como ele surgiu? Ele ainda está crescendo? Como ele e “sentido”?
Sophie Hellinger: Com as Constelações Hellinger Sciencia entramos no campo quântico.  Se pode chama-lo também de registros akáshicos.  O campo compreende tudo e todos que pertencem a ele.  Existem vários campos diferentes.  Cada pensamento, cada ação e cada sentimento são armazenados neste campo.  É pura energia que está à disposição como informação.

Pergunta: Este campo de ifnromação possui um plano ou vários? Existem, de certa maneira, camadas mais profundas com respostas “melhores”?

Sophie Hellinger: A constelação abre portas para entrar nestes espaços atemporais. Como sabemos, qualquer pessoas pode se chamar de “constelador” e com cada uma se obre a porta. Se o constelador tiver uma intenção como também o cliente, então é como se estivessem entrado em um quarto e nele procurassem e encontrassem a primeira porta possível que leva à solução. Mas este mesmo quarto possui mais inúmera portas. Se o constelador conseguir ficar sem intençãp, se abre talvez uma próxima porta. Agora a pergunta é, qual é a porta que ali se abre, se mais 10 ou 20 outras portas existerem.  As possibilidade estão sempre em ressonância com o constelador. Se eu então acesso a próximo espaço, o próximo plano, há mais outras 30 portas ali e por assim adiante.

Pergunta: Quem decide se devem ou não intervir em uma constelação? O campo? O cliente? O constelador?

Sophie Hellinger: Se o constelador ficar sem intenção, um espaço após o outro se abrirá. Por mais que eu falar, mais provável é que eu fique nos primeiros dois espaços.  Somente quando um constelador não se sentir obrigado a ter que entregar ao cliente uma solução, porque tem medo de então perder o cliente, SOMENTE ENTÃO ele e o cliente avançarão. Mas suponhamos ele chega em outros espaços, então isto abrange todos os participantes presentes.  Destes campos e tempos se abrem informações que entram em ressonância com todas as pessoas presentes. Constelações individuais levam nas Constelações Hellinger a constelações grupais. Cada pessoa experiencia uma libertação.  As Constelações Hellinger levam todos os observadores junto. É como se fossem constelações em massa, nas quais cada um recebe exatamente o que consegue realizar neste momento ou do qual precisa para dar os próximos passos.

Pergunta: Não existem constelações individuais?

Sophie Hellinger: É claro que existem também como constelações individuais. É quando observamos o acontecimento com a nossa mente, mas dentro aqulea pessoa que desejou por esta constelação, todas as pessoas presentes também encontram uma ressonância para seu próprio problema. Possivelmente eles não estão nem conscientes do problema naquele momento. Por exemplo, pode ser que o problema provem de muitas vidas passadas ou de uma vida futura.  Isto significa que este problema que provem de uma outra vida está conectado a inúmeras pessoas, e a conflito que foi gerado naquela época não foi resolvido até hoje.  Este conflito pode ser monstrar em certo sentido na vida atual, por exemplo uma pessoa é incapaz de ter relacionamentos ou ganha muito dinheiro e o perde novamente, ou trabalha muito sem nunca ter alguma propriedade.  Um outro exemplo é uma pessoa com um estilo de vida saudável que mesmo assim está constantemente doente.

Pergunta: Gostaria saber mais a respeito!

Sophie Hellinger: Por meio da Constelações Hellinger com uso de Cosmic Power®  entramos em planos onde o cliente não precisa formular seu problema de forma verbal. No campo das Novas Constelações se monstram e se abrem muitos problemas ao mesmo tempo que até hoje ficaram sem resolução. Também pode ser que os representantes dentro da constelação trocam de pessoa em relação àquela que estavam representando no início.  Nunca sabemos com quem estamos lidando em um momento.

Pergunta: Como eu como cliente reconheço o verdadeiro problema?

Sophie Hellinger: Somente quando não pensando de forma racional, mas se expondo com todos os sentidos ao acontecimento. Por mais exato for descrição do problema, mais esta leva a uma fixação. Esta “congelaria” a cura e a solução, por ex. a tristeza ficaria não resolvida.  Se a própria mente analisar o problema, a pessoa fica sem forças. A isto se somam tristeza e auto-repreensões, porque a pessoa diz para si memsa que já fez de tudo e mesmo assim nada ajudou.

Pergunta: Como se chega a este estado que a mente, a cabeça, se acalma?

Sophie Hellinger: Para acalmar a mente existe a possiblidade de perguntar ao cliente de que se trata. Então a mente do cliente está ocupada e se sente levada a sério.  Eu mesma o ouço mas imediatamente eu esqueço, me expondo com toda a minha percepção ao acontecimento.

 

No cotidiano eu posso me acalmar rapidamente ao parar de defender as minhas próprias convicções. Isto sempre significa que luta, conflito e briga estão pré-programados.  Por cada convicção eu luto como se tratasse da minha própria vida, embora isto tudo é superficial.  Não se trata de não ter nenhuma convicção. Se trata de deixar a convicção do outro como válida também.
Assim eu retorno ao início: eu não devo intervir. Eu vejo a convicção do outro. Ao mesmo tempo estou triste porque vejo que a libertação do potencial se tonra impossível por causa da convicção. É só uma minúscula separação - e mesmo assim ela é incrivelmente grande. Die Person kann diese Grenze nicht überschreiten.

 

 

Pergunta: Eu estou entendo de forma correta: se recebe então informação do campo de Cosmic Power ?
Sophie Hellinger: Sim!
Pergunta: Qualquer pessoa pode se conectar com este campo? Ou, inversamente: este campo fala com cada pessoa?
Sophie Hellinger: Sim. Se pode aprender conectar-se com Cosmic Power. Porque este plano está sempre presente.  Isto requer somente a consciência e a atenção necessária. Ali não existe nem tempo nem espaço. Ali não há nem “bem”nem “mal”, não existe “certo”nem “errado”. Isto já ouvimos e lemos milhares de vezes. Mas é experiência pessoal é algo completamente diferente.
A aplicação se pode aprender como um músico que começa com um instrumento. É útil quando eu digo ao outro internamente: Você é maravilhoso. Eu te amo assim como você é.  Porque você é único. É você. Então ninguém precisa mais conseguir algo. Se é tomado por esta força e ela leva a pessoa por um labirinto. Qualquer ideia de “ter que fazer” leva para longe do essencial, para longe do amor, para longe do campo, dentro do qual somos todos UM.

Pergunta: Como você chegou ao nome "Cosmic Power“?

Sophie Hellinger: Ele me foi transmitido, ou melhor, dado de presente de maneira especial.